Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje, resolvi escrever um texto sobre “os terríveis dois anos” ou, em inglês, “terrible two”. O bebê, quando chega aos dois anos, deixa de sê-lo para tornar-se criança. Podemos dizer que o bebê chegou à sua adolescência.

Nesta fase, o bebê deixa de simplesmente aprender, mas sim a explorar, além de ter opiniões e vontades próprias. É nesta época em que começam as famosas birras, pois a criança começa a testar os seus limites e não aceita ouvir um “não”. Assim, tudo vira motivo para espernear, choramingar, se irritar e berrar.

Foto por Cavalcante Fotografia

Como lidar com essa fase?

1) Paciência

Uma das dicas mais importantes nesta fase é ter paciência. A criança está aprendendo e quer explorar tudo que a rodeia.

A criança não faz determinada coisa para provocá-lo(a), mas faz parte do seu desenvolvimento testar os limites e ter independência.

Foto por Cavalcante Fotografia

Evite bater ou gritar com a criança. Sempre converse com a criança.

Quando a birra acaba, a criança se sente carente e pede colo. Por isso, espere a crise acabar para dar-lhe muitos abraços.

2) Rotina

Já falamos aqui várias vezes sobre rotina. A rotina é importantíssima para o desenvolvimento da criança. A criança precisa saber o que vai acontecer durante o dia para que não seja pega de surpresa.

Se algo mudar em sua rotina, pode ter certeza que ela vai estranhar e ter atitudes diversas daquelas que costuma realizar.

Procure sempre organizar o seu dia para não ter surpresas!

3) Carinhos

Não meça esforços para dar carinhos e abraços ao seu filho! Nessa fase, ele estará mais propenso à atenção.

Quando a criança está na fase da birra, pegue-a no colo e dê um abraço. Pode ser que isso não funcione de pronto, fale para ela você entende que ela está sofrendo e que você está ali para ajudá-la.

Dê carinho e beijinhos e deixe a criança se acalmar. As birras acontecem porque a criança ainda não sabe lidar com as suas emoções.

4) Explique tudo

A criança está explorando o mundo e, por consequência disso, podem ter atitudes que a façam se machucar ou machucar os outros.

Foto por Cavalcante Fotografia

Explique à criança que, se ela pular do sofá, por exemplo, ela pode cair e se machucar feio. Com certeza, você terá que reforçar isso mais vezes, mas ela entenderá o que você está dizendo.

5) Castigos que ensinam

O castigo é muito importante nesta fase, pois a criança precisa entender que os pais estão no controle das situações.

Quando a criança “aprontar”, avise que, se ela fizer de novo, ficará de castigo. Se ela repetir a peraltice, pegue-a e coloque de castigo por cerca de dois minutos (2 anos = 2 minutos). Quando o tempo acabar, pegue-a no colo e explique o motivo pelo qual ela ficou de castigo. Dê um abraço e fale para ela pedir desculpas.

Esse castigo educa a criança e ajuda no relacionamento entre pais e filhos.

Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado das dicas de hoje!

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *